Força de interposição palestina ocupa acampamento no Líbano

Agência EFE

BEIRUTE - Uma força de interposição palestina começou nesta quarta-feira a ocupar vários bairros do campo de refugiados de Ain al-Helu, onde no dia 3 de junho milicianos do grupo radical Jund al-Sham enfrentaram soldados libaneses.

Segundo a imprensa libanesa, 40 membros de quatro grupos palestinos diferentes tomaram posições nos bairros de Tawareh e Taamir, considerados redutos do Jund al-Sham.

A operação é o resultado das intensas negociações entre dirigentes civis, militares e religiosos tanto palestinos quanto libaneses. As conversas começaram após os combates de domingo no campo de refugiados palestino, na cidade de Sidon, no sul do Líbano. Ele é considerado o maior do país em número de habitantes.

No norte do país, no acampamento de Nahr al-Bared, continuam os choques entre as tropas libanesas e milicianos de outro grupo radical, o Fatah al-Islam.

As fontes acrescentaram que entre os grupos palestinos que forneceram homens para participar da força de interposição com 10 milicianos cada um está o Isbat al-Ansar, considerado de orientação radical.