Edifício desaba na China e 20 aposentados ficam feridos

Agência EFE

PEQUIM - O desabamento de um edifício no sudoeste da China deixou nesta quarta-feira 20 idosos feridos, pelo menos dois deles em estado grave, mas até agora ninguém morreu devido ao acidente, informoaram à Efe autoridades municipais.

- Não houve mortos, disse o porta-voz da cidade de Leshan, na província de Sichuan. Mas ainda não há dados definitivos.

O desmoronamento, de causas ainda desconhecidas, aconteceu esta manhã. No local, pelo menos 90 pessoas, em sua maioria aposentados, assistiam a uma conferência organizada por uma publicação sobre saúde e por uma companhia farmacêutica.

Por sorte, o desabamento foi nos fundos do prédio e a maioria das pessoas estava na parte da frente.

As equipes de resgate conseguiram salvar 30 sobreviventes, que foram hospitalizados, segundo o porta-voz do serviço de segurança local. A maioria dos feridos sofreu arranhões ou fraturas. Dois deles se encontram em estado grave, mas sem risco de vida, explicou o porta-voz.

A Polícia isolou a área para investigações enquanto o Governo municipal tenta verificar o número exato de vítimas, segundo a agência oficial 'Xinhua'.

Algumas testemunhas culpam as fortes chuvas que afetaram Leshan nos últimos dois dias. A cidade é um centro turístico a 100 quilômetros da capital provincial, Chengdu. É famosa pelo Grande Buda de Leshan, de 70 metros de altura.