Exército libanês volta a atacar campo de refugiados palestinos

REUTERS

BEIRUTE - Soldados libaneses retomaram nesta terça-feira os bombardeios contra um campo de refugiados palestinos do Norte do Líbano onde militantes inspirados pela Al Qaeda continuavam abrigados junto de milhares de civis. Rajadas de tiros e explosões de artilharia podiam ser ouvidas na base do grupo Fatah al-Islam, no campo de Nahr al-Bared, uma grande cidade de moradias precárias que vem sendo bombardeada pelos militares libaneses há mais de duas semanas.

Pelo menos 114 pessoas foram mortas nos combates em Nahr al-Bared, entre as quais 46 soldados. O Exército diz que o Fatah al-Islam detonou o conflito quando atacou posições dos militares, no dia 20 de maio.