Canadá nega entrada de ex-mulher de Mandela em seu território

Agência AFP

TORONTO - O Canadá negou a entrada em seu território da líder sul-africana antiapartheid Winnie Madikizela-Mandela, que deveria pronunciar um discurso em Toronto, informaram nesta terça-feira os organizadores do encontro.

- O governo federal negou o acesso ao Canadá da senhora Madikizela-Mandela, que não poderá entrar no país para participar do encontro em Toronto -, disse Carole Adriaans, diretora do grupo artístico MusicaNoir.

- A senhora Mandela estava pronta para ir ao aeroporto, com sua filha (Zindzi), quando foi informada de que seu visto tinha sido negado pela embaixada canadense na África do Sul -, confirmou o escritório de Winnie Mandela, ex-mulher do líder sul-africano Nelson Mandela.

As autoridades canadenses de imigração não comentaram o caso. Adriaans disse que Mandela ficou "desconsolada com a decisão do governo canadense".