ETA estaria preparando 'ataque espetacular', diz El País

REUTERS

MADRI - Os serviços de informação da Espanha alertaram o governo de que o grupo ETA poderá cometer um novo atentado no curto prazo, depois de ter constatado que não alcançará seus objetivos com a simples ameaça de romper uma trégua, afirmou a edição desta segunda-feira do diário El País.

Segundo o jornal, os serviços antiterroristas da Polícia, Guarda Civil e o Centro Nacional de Inteligência (CNI) transmitiram a mesma mensagem ao Executivo.

O ETA cometeu seu último atentado no dia 30 de dezembro de 2006, no aeroporto madrileno de Barajas, onde explodiu um carro-bomba, que matou duas pessoas. Estas foram as primeiras vítimas fatais do grupo em mais de três anos.

O El País afirmou que fontes policiais consideram que o ETA tentará realizar antes de um agosto um ataque 'espetacular e sem vítimas', a fim de exibir sua capacidade operativa e aumentar seu poder de intimidação e chantagem.