Acusados de plano terrorista em aeroporto de NY vão a julgamento

Agência EFE

PORT OF SPAIN - Dois dos supostos terroristas acusados pelos Estados Unidos de participar de um plano para cometer um atentado contra o aeroporto John F. Kennedy de Nova York compareceram nesta segunda-feira diante de um tribunal em Port of Spain, capital de Trinidad e Tobago.

Os dois suspeitos, Kareem Ibrahim (de Trinidad) e Abdul Kadir (de Guiana), se apresentaram ao juiz Sherman McNichols, presidente do Tribunal de Magistrados de Trinidad, em um trâmite destinado a sua extradição aos Estados Unidos.

McNichols comunicou aos dois detidos que são acusados de um delito incluído no tratado de extradição entre Trinidad e Estados Unidos. Representando o procurador-geral dos Estados Unidos, o advogado David West disse que apresentará todos os documentos necessários para cumprir o tratado bilateral e executar a extradição dos dois.

West acrescentou que entregará aos advogados dos detidos toda a documentação em um período máximo de 60 dias, estabelecido no procedimento de extradição. Os dois acusados se mostraram tranqüilos e não fizeram nenhum comentário, em uma sala cheia de muçulmanos, que foram mostrar seu apoio a Ibrahim e Kadir.