Pentágono acusa ex-motorista de Bin Laden por apoio a terrorismo

Agência AFP

WASHINGTON - Salim Ahmed Hamdan, ex-motorista da rede Al-Qaeda de Osama bin Laden, foi acusado de conspiração e de apoiar o terrorismo por um tribunal militar de exceção em Guantánamo, Cuba, onde permanece detido, anunciou o Pentágono nesta quinta-feira.