Mubarak e Livni falam sobre chance de Israel estudar iniciativa árabe

Agência EFE

CAIRO - O presidente egípcio, Hosni Mubarak, recebeu nesta quinta-feira a ministra de Exteriores israelense, Tzipi Livni, com quem falou sobre 'as possibilidades de que Israel estude a iniciativa árabe de paz', segundo a agência oficial egípcia 'Mena'.

O ministro de Exteriores egípcio, Ahmed Aboul Gheit, também participou do encontro e mais tarde deve se reunir com Livni e o chefe da diplomacia da Jordânia, Abdelilah Khatib.

Khatib e Aboul Gheit, ministros de Exteriores dos dois únicos países da região que mantêm relações diplomáticas plenas com o Estado judeu, foram escolhidos pela Liga Árabe para apresentar a iniciativa de paz árabe a Israel.

A proposta consiste no reconhecimento do Estado de Israel por todos os países árabes em troca de que este se retire de todos os territórios ocupados em 1967 (Cisjordânia, Gaza e as Colinas de Golã), além de permitir a volta dos refugiados palestinos, uma questão delicada para o Governo israelense.

Livni e os ministros árabes dariam uma entrevista coletiva conjunta após sua reunião na sede do Ministério de Exteriores egípcio, mas esta foi cancelada por razões desconhecidas.