Polícia detém quatro suspeitos de ligação com atentado em Londres

Agência EFE

LONDRES - Quatro pessoas foram detidas nesta quarta como parte da investigação sobre os atentados terroristas suicidas cometidos em Londres em 7 de julho de 2005, informou a Scotland Yard.

Dois homens, de 30 e 34 anos, e uma mulher, de 29, foram detidos em West Yorkshire, no norte da Inglaterra. Outro homem, de 22, foi detido em West Midlands, no centro do país, acrescentou a fonte.

A Polícia informou que foram revistadas cinco casas de West Yorkshire, assim como dois apartamentos na cidade de Birmingham (centro da Inglaterra).

Os quatro detidos foram levados a uma delegacia do centro de Londres para interrogatório. Eles são suspeitos de preparação ou instigação de atos terroristas, com base na Lei de Terrorismo de 2000, acrescentou a Polícia.

"Foi uma operação planejada, liderada pelos serviços secretos, com a participação do Comando contra o Terrorismo da Polícia Metropolitana de Londres e das unidades antiterroristas de West Yorkshire e West Midlands", afirmou um porta-voz da Scotland Yard.

Nos atentados de 7 de julho de 2005 contra a rede de transportes de Londres, 56 pessoas morreram, entre elas os quatro terroristas suicidas, e cerca de 700 foram feridas.

Três terroristas explodiram bombas em trens do Metrô. A quarta explosão aconteceu num ônibus urbano, perto do Museu Britânico.

Em março, três homens foram detidos pela brigada antiterrorista da Polícia Metropolitana de Londres (MET, também conhecida como Scotland Yard). Dois deles tentavam embarcar num vôo para o Paquistão, no aeroporto de Manchester. O terceiro foi detido numa casa na cidade de Leeds.

Desde os atentados, a Polícia investiga as possíveis redes de apoio e financiamento dos terroristas.