Grupo assalta casa de primo de Saddam e assassina sua mulher e filha

Agência EFE

BAGDÁ - Um grupo de homens armados invadiu hoje a casa de Hashim Hassan al-Majid, primo do ex-ditador iraquiano Saddam Hussein, e matou a tiros sua mulher e filha na cidade de Tikrit, informaram fontes policiais à Efe.

Segundo as fontes, a mulher e a filha de Majid foram metralhadas por um grupo que fugiu em seguida. O ataque ocorreu no bairro de Qadisiyah, 170 quilômetros ao norte de Bagdá.

Tikrit, capital da província de Salah ad-Din, é um reduto sunita onde vivem muitos parentes de Saddam, que nasceu a apenas dez quilômetros da cidade.

Hashim Hassan al-Majid é irmão de Ali Hassan al-Majid, mais conhecido como Ali Químico. Ele é julgado por um tribunal iraquiano por sua participação no genocídio de milhares de curdos.

Ali Químico é acusado, junto com outros seis altos funcionários do regime de Saddam, de matar mais de 180 mil curdos entre 1987 1988 durante a chamada campanha de Anfal, que ocorreu paralelamente à guerra entre Irã e Iraque.