Bomba em estrada de Bagdá mata três soldados dos EUA

Agência EFE

BAGDÁ - Três soldados americanos morreram e um foi ferido na quarta-feira, em Bagdá, informou nesta sexta-feira o Exército dos Estados Unidos.

Um comunicado explica que os três soldados morreram e um foi ferido quando uma bomba colocada numa estrada explodiu, atingindo o carro no qual os quatro viajavam, no norte da capital iraquiana.

Em outro incidente, um militar dos EUA foi morto a tiros por um grupo de homens armados, que atacou a sua patrulha no sudoeste de Bagdá.

Já são 69 os soldados americanos mortos no Iraque no mês de abril e 3.315 o total desde o início da invasão, em março de 2003.

A Polícia iraquiana achou ontem 20 corpos em Bagdá, com marcas de bala na cabeça, segundo fontes policiais. Também foi informada a morte de sete pessoas em vários incidentes nas últimas horas.

Os corpos, que apresentavam sinais de tortura, tiros na cabeça e os olhos vendados, foram achados em diversos pontos da capital iraquiana.

Em outro incidente, pelo menos três pessoas morreram e duas foram feridas por um grupo de homens armados, que atirou em vários pedestres na rua Sadun, no centro de Bagdá, segundo fontes policiais.

Duas pessoas morreram na última quinta-feira por causa de um ataque com bombas no bairro de maioria xiita de Kazimiya, no norte da capital.

Também em Bagdá, dois policiais morreram e um terceiro foi ferido quando um grupo de homens armados atacou a sua patrulha, em Waziriya, no norte da cidade.