Missão da OSCE avaliará as eleições presidenciais francesas

Agência EFE

PARIS - Uma missão da Organização para a Segurança e a Cooperação na Europa (OSCE) acompanhará as eleições presidenciais francesas de domingo, a fim de fazer um relatório que sirva para os países que estão em processo de transição rumo à democracia.

O Ministério de Exteriores confirmou que uma missão com representantes de 11 países está em cidades como Paris, Lyon e Marselha para analisar o processo eleitoral do primeiro turno das presidenciais.

Já em 2002 ocorreu uma experiência similar, lembrou a Chancelaria, que especificou que a missão é de 'avaliação' e não de "observação' como as que em algumas ocasiões a OSCE realiza em países com pouca tradição democrática.

Alguns integrantes da delegação ficarão no país até o segundo turno, em 6 de maio, e nas seis semanas posteriores todos eles redigirão um relatório sobre as práticas eleitorais francesas.

Considerado um país 'com uma tradição democrática estável', a França aportará assim sua experiência a outros Estados com um menor grau de desenvolvimento nesse âmbito.