Grupo ligado à Al Qaeda nomeio ministro da Guerra

REUTERS

BAGDÁ - O auto-intitulado Estado Islâmico no Iraque, grupo ligado à Al Qaeda, formou um gabinete ministerial nesta quinta-feira, nomeando o chefe local da rede considerada terrorista como ministro da Guerra, segundo uma mensagem na Internet.

Um porta-voz do Estado Islâmico disse em um vídeo postado na web que a comissão do grupo concordou em indicar Abu Hamza al-Muhajir, líder do braço da Al Qaeda no Iraque, como ministro da Guerra.

A organização foi criada em outubro pela Al Qaeda e vários outros grupos sunitas.