Rússia é contra fixação de prazo para a Coréia do Norte

Agência EFE

TÓQUIO - O negociador russo para o programa nuclear norte-coreano, Alexander Losyukov, se mostrou nesta terça-feira contrário à fixação de uma data concreta para a desnuclearização da Coréia do Norte e destacou que o importante é a aplicação do compromisso, segundo informou nesta terça-feira a agência japonesa 'Kyodo'.

Losyukov fez as declarações depois de se reunir em Tóquio com o negociador japonês, Kenichiro Sasae. Os dois conversaram dois dias após o fim do prazo para o fechamento do reator nuclear de Yongbyon.

Losyukov, vice-ministro de Relações Exteriores da Rússia, disse que o importante é o processo de desnuclearização e não o seu calendário.

- Não estamos marcando datas, precisamos é de um estrito cumprimento das promessas e não tanto o calendário, apontou o negociador russo, para quem 'não é construtivo' falar de prazos.

Segundo a agência sul-coreana 'Yonhap', foram detectados movimentos em torno do reator de Yongbyon. Mas por enquanto ainda não se pode afirmar que estejam sendo tomadas medidas para o fechamento da instalação nuclear.

Losyukov afirmou que não tem informação sobre a situação do reator nuclear.

- O que nos oferece uma certa dose de otimismo é que nossos colegas norte-coreanos disseram que estão dispostos a cumprir as suas obrigações.

No acordo assinado em Pequim, em 13 de fevereiro, entre as duas Coréias, EUA, China, Japão e Rússia, o regime norte-coreano se comprometeu a fechar o reator de Yongbyon em troca de ajudas internacionais.