Explosão no Afeganistão mata 5 dentro de veículo da ONU

REUTERS

KANDAHAR (AFEGANISTÃO) - Uma bomba por controle remoto destruiu um veículo da Organização das Nações Unidas no Afeganistão nesta terça-feira, matando quatro nepaleses e o motorista afegão, disseram a polícia e a ONU.

O Taliban assumiu a autoria da explosão, que aconteceu na cidade de Kandahar, no sul do país. O veículo ficou totalmente destruído. A explosão aconteceu numa das principais estradas dos arredores de Kandahar. Segundo a ONU, a bomba de controle remoto foi detonada quando o comboio da organização passava.

Os quatro nepaleses, funcionários terceirizados, haviam sido contratados para trabalhar em projetos da ONU. Não estava claro se o motorista era terceirizado ou trabalhava diretamente para a ONU.

- Ataques intencionais contra civis são uma clara violação das leis humanitárias internacionais, e a ONU vai buscar a punição daqueles que estão por trás desse ataque - disse a Organização das Nações Unidas num comunicado.

Os ataques do Taliban em Kandahar são cada vez mais comuns. A entidade Human Rights Watch, com sede em Nova York, disse nesta segunda-feira que o Taliban havia matado quase 700 civis no ano passado, e que está usando os civis cada vez mais como alvos.