Ucrânia alerta que depende de armas do Ocidente para resistir

...

Foto: Ansa
Credit...Foto: Ansa

O vice-chefe da inteligência militar de Kiev, Vadym Skibitsky, alertou que a Ucrânia está perdendo para a Rússia na linha de frente da guerra e que agora depende quase exclusivamente de armas do Ocidente para resistir à invasão.

A declaração foi citada em reportagem publicada pelo jornal britânico "The Guardian" nessa sexta-feira (10). "As frentes são agora o lugar onde o futuro será decidido e estamos perdendo em termos de artilharia. Tudo agora depende do que o Ocidente nos der", disse o ucraniano, lembrando que as tropas de Kiev possuem "uma peça de artilharia para de 10 a 15" dos russos.

Segundo Skibitsky, os parceiros ocidentais já deram cerca de 10% do que eles têm e a Ucrânia está usando "de 5 mil a 6 mil projéteis de artilharia por dia".

"Nós quase esgotamos todas as nossas munições [de artilharia] e agora estamos usando projéteis de calibre 155 da Otan", acrescentou. "A Europa também está fornecendo balas de menor calibre, mas à medida que a Europa fica sem elas, a quantidade diminui".

As informações divulgadas por Skibitsky estão alinhadas com as da inteligência militar dos EUA, citadas em um relatório da AFP.

De acordo com fontes militares, a Ucrânia ficou sem armas projetadas pelos soviéticos e russos e agora é completamente dependente de aliados.

Hoje, os militares ucranianos também afirmaram que suas tropas ainda resistem na cidade de Severodonetsk, na região do Donbass, apesar dos intensos ataques russos registrados nos últimos dias.

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, inclusive, relatou que "Severodonetsk, Lysychansk e outras cidades de Donbass, que os ocupantes agora consideram como objetivos principais, ainda estão de pé".

Citado pela BBC, Zelensky afirmou ainda que as tropas ucranianas foram novamente atacadas na principal cidade de Lugansk. (com agência Ansa)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais