Rússia vai expulsar 24 diplomatas italianos

A ação é uma retaliação por uma medida análoga tomada por Roma

Foto: EPA
Credit...Foto: EPA

A Rússia vai expulsar 24 diplomatas italianos em retaliação a uma medida análoga tomada por Roma no início de abril.

A decisão foi comunicada ao embaixador da Itália em Moscou, Giorgio Starace, convocado nesta quarta-feira (18) pelo Ministério das Relações Exteriores russo.

"É um ato hostil, mas não deve levar à interrupção dos canais diplomáticos porque, se chegarmos à paz, será por meio desses canais", disse o primeiro-ministro italiano, Mario Draghi, em coletiva conjunta com a premiê da Finlândia, Sanna Marin, nesta quarta.

Em 5 de abril, a Itália havia anunciado a expulsão de 30 diplomatas da Rússia por questões de "segurança nacional, no contexto da injustificada agressão à Ucrânia".

Algumas semanas depois, o embaixador de Moscou em Roma, Sergey Razov, afirmou que as relações bilaterais sofreram uma "grave deterioração".

A Itália tem sido uma das vozes mais duras na União Europeia contra o regime de Vladimir Putin e já aprovou dois repasses de armamentos para a Ucrânia desde o início da guerra, ação que encontra resistência dentro do governo Draghi.

Também em retaliação a medidas análogas, a Rússia anunciou nesta quarta a expulsão de 34 diplomatas da França e 27 da Espanha. (com agência Ansa)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais