Mais de 80 países se comprometem a reduzir emissão de metano

Meta é reduzir em 30% emissões até 2030 na comparação com 2020

Foto: Robert Perry/Ansa
Credit...Foto: Robert Perry/Ansa

Mais de 80 países vão aderir a uma iniciativa global que prevê a redução na emissão de gás metano, informou a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, durante sua participação na 26ª Conferência das Partes das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP26), em Glasgow, nesta terça-feira (2).

O pacto é reduzir as emissões em 30% até 2030, tendo como base o número de emissões registradas em 2020. Segundo Von der Leyen, a medida "atrasará imediatamente as mudanças climáticas".

A líder europeia ainda anunciou que o bloco "vai doar 1 bilhão de euros para o compromisso global sobre as florestas", divulgado também nesta terça e que envolverá 130 países no mundo.

Um dos países que confirmou sua adesão ao pacto sobre metano são os Estados Unidos. O presidente Joe Biden afirmou que essa é uma medida extremamente necessária para evitar o aumento da temperatura no planeta.

O democrata também anunciou que seu governo está empenhado em trabalhar com o Congresso para separar até US$ 9 bilhões, investidos até 2030, para conservar e reflorestar áreas destruídas no território norte-americano.(com agência Ansa)

 

LEIA TAMBÉM

União Europeia promete 1 bilhão de euros para proteger florestas

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais