Jornal do Brasil

Internacional

México diz que China planeja empréstimo à América Latina para vacina

Jornal do Brasil

A China planeja fornecer empréstimo de US$ 1 bilhão para tornar sua vacina contra o coronavírus acessível a países da América Latina e do Caribe, disse o Ministério das Relações Exteriores do México nessa quarta-feira (22).

Em nota, a pasta informou que a China fez a promessa em uma reunião virtual com ministros de alguns países latino-americanos e caribenhos.

Os ministros das Relações Exteriores do México, Marcelo Ebrard, e da China, Wang Yi, presidiram o encontro, onde os ministros discutiram maior cooperação para enfrentar a pandemia.

Representantes da Argentina, de Barbados, do Chile, da Colômbia, Costa Rica, de Cuba, da República Dominicana, do Equador, Panamá, Peru, de Trinidad e Tobago e do Uruguai também participaram.

"O ministro das Relações Exteriores da China afirmou que a vacina desenvolvida por seu país será um bem público de acesso universal, e que será concedido empréstimo de US$ 1 bilhão para apoiar o acesso dos países da região", diz o comunicado.

O ministério mexicano não deu detalhes de quando uma vacina poderá estar disponível ou quando será distribuída.(Com Agência Brasil)