Jornal do Brasil

Internacional

'Vocês fizeram milagre', diz Papa a médicos e enfermeiros

Jornal do Brasil

O papa Francisco recebeu neste sábado (20), no Vaticano, uma delegação de médicos e enfermeiros da Lombardia, epicentro da pandemia do coronavírus Sars-CoV-2 na Itália, e disse que os profissionais da saúde foram um dos "pilares" do país durante a crise.

Macaque in the trees
Papa Francisco recebe operadores sanitários da Lombardia (Foto: EPA)

"Caros médicos e enfermeiros, o mundo pôde ver o bem que vocês fizeram em uma situação de grande dificuldade. Mesmo exaustos, vocês continuaram se empenhando com profissionalismo e abnegação", disse o líder católico.

Segundo Francisco, os operadores sanitários fizeram um "milagre" na pandemia. "Vocês foram um dos pilares que carregaram todo o país", acrescentou. A delegação também incluía o governador da Lombardia, Attilio Fontana, o arcebispo de Milão, Mario Delpini, e os bispos de Bergamo, Brescia, Crema, Cremona e Lodi.

"Está mais vivo do que nunca o reconhecimento para médicos, enfermeiros e todos os operadores sanitários, que executaram um serviço árduo e, às vezes, heroico. Foram sinais visíveis de grande humanidade que aquecem o coração. Muitos ficaram doentes, e alguns infelizmente morreram. Recordemos deles com muita gratidão", disse o Papa.

De acordo com Jorge Bergoglio, os profissionais da saúde foram um "ponto de referência" para pacientes e familiares, que não podiam visitar seus entes queridos internados. "Os pacientes frequentemente sentiam ter a seu lado 'anjos' que os ajudaram a recuperar a saúde e, ao mesmo tempo, os consolaram", ressaltou.

A Itália acumula 238,3 mil casos e 34,6 mil mortes na pandemia, sendo 92,8 mil contágios e 16,6 mil óbitos na Lombardia. O coronavírus também matou cerca de 170 médicos e 40 enfermeiros no país. (Ansa)