López Obrador promete que Estado levará internet a todos os mexicanos

O presidente do México, Andres Manuel Lopez Obrador, disse no sábado que o Estado levará internet às áreas remotas do país e que as operadoras de telecomunicações atuais devem ficar de lado se não puderem fazer o trabalho.

Em um discurso para centenas de apoiadores na cidade de Jesus Maria, no Estado ocidental de Nayarit, o presidente mexicano disse que as empresas não estão levando internet às áreas remotas do país, porque estão interessadas apenas na sua rentabilidade.

Macaque in the trees
Presidente do México Andres Manuel Lopez Obrador (Foto: Guillermo Arias | AFP)

"Como não é rentável para as empresas, eles não dão serviço em aldeias remotas", disse ele.

"O que vamos dizer, com grande respeito, às empresas que têm concessões e não levaram comunicações ao país? Fiquem de lado porque agora o governo vai fazer sua empresa levar internet a todos os mexicanos", disse Obrador.

O presidente mexicano, conhecido pela sigla AMLO e que se comprometeu em garantir que todo o país tenha acesso à internet, não entrou em detalhes sobre seus planos, e não foi possível contatá-lo de imediato para comentar o assunto.

Desde que assumiu o cargo em dezembro, AMLO tentou dar um papel mais importante ao Estado na economia, o que gerou nervosismo entre empresários.

A América Móvil, empresa controlada pelo magnata Carlos Slim, e que contra o grupo Claro no Brasil, dominou o mercado de telefonia e internet no México. Os principais concorrentes da companhia são a espanhola Telefónica, que opera no Brasil sobre a marca Vivo e a norte-americana AT&T.

Um porta-voz da América Móvil não respondeu imediatamente a um pedido de comentários.

No México, 74,3 milhões de pessoas com mais de seis anos de idade, ou 65,8 por cento da população, usam a internet, segundo dados oficiais. E 52,9 por cento das famílias mexicanas têm acesso à internet fixa ou móvel.