Sites de vídeo são derrubados na Venezuela durante discurso de Guaidó

Sites usados para a transmissão de vídeos online foram parcialmente derrubados na tarde desta quarta-feira (1º) na Venezuela. O bloqueio começou no momento que o líder opositor Juan Guaidó iniciou seu discurso durante um ato em Caracas.
As informações são da ONG britânica NetBlocks, que monitora a disponibilidade da internet no mundo. O bloqueio não é total, com alguns venezuelanos conseguindo acesso aos sites e outros não.
Foram afetados tanto plataformas de transmissão de vídeos, como o YouTube, o Periscope (que pertence ao Twitter) e o Google Play, quanto aplicativos de mensagens que permitem a transmissão ao vivo, como o Hangout do Google.
O Android Messages (também do Google) e o buscador Bing (Microsoft) também foram bloqueados, mas não há informações se a ação atingiu WhatsApp, Facebook e Twitter.
No dia anterior, o regime da ditador Nicolás Maduro já tinha bloqueado parcialmente o acesso a todos esses sites.
O serviço só tinha sido completamente restabelecido na noite de terça, instantes antes de um discurso do ditador.