Berlusconi é hospitalizado com dores nos rins e perde evento de campanha

O ex-primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi foi hospitalizado com dores fortes nos rins nesta terça-feira e perdeu um evento de campanha de seu partido, que representa na eleição do Parlamento Europeu no mês que vem.

O magnata midiático, de 82 anos, encolheu como força política desde que foi forçado a renunciar ao posto de premiê em 2011, mas ainda lidera a sigla conservadora Forza Italia.

Embora atormentado por problemas de saúde nos últimos anos, tendo sido submetido a uma cirurgia cardíaca de peito aberto em 2016, Berlusconi jamais indicou que está disposto a deixar a política e lidera a lista da Forza Italia para a votação europeia de 26 de maio.

O partido descreveu seu incômodo como uma cólica renal, uma dor aguda causada por pedras nos rins.

Embora a Forza Italia tenha dito que Berlusconi pode retomar a campanha ainda nesta terça-feira, ele não compareceu ao evento marcado para a tarde local com candidatos à eleição europeia.

Antonio Tajani, presidente do Parlamento Europeu e vice-presidente da Forza Italia, disse que os médicos desaconselharam a participação do ex-premiê.

"Berlusconi está comprometido com a campanha eleitoral e participará de programas de TV", acrescentou Tajani em uma transmissão ao vivo pelo Facebook.