Rússia e Síria ajudaram a achar corpo de soldado de Israel morto no Líbano

A Rússia entregará a Israel nesta quinta-feira o corpo de um soldado israelense, desaparecido na guerra do Líbano em 1982, e que foi encontrado com ajuda síria, anunciou o presidente Vladimir Putin após se reunir em Moscou com o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu.

"Nossos aliados militares sírios determinaram o local", afirmou Putin referindo-se sobre onde foram achados os restos de Zachary Baumel, durante visita de Netanyahu, cinco dias antes das eleições legislativas de Israel.

"Todas as verificações foram realizadas. Os restos mortais estão aqui e, em virtude das tradições militares, nós o enviaremos para Israel", acrescentou Putin.

O primeiro-ministro explicou que há dois anos ele pediu ajuda à Rússia para localizar os restos mortais de Zachary Baumel.

O soldado será enterrado na presença de sua família e amigos, anunciou Netanyahu.

Na quarta-feira, o primeiro-ministro israelense interrompeu a campanha eleitoral para anunciar que havia recuperado o corpo de Zachary Baumel.

As declarações de Putin contradizem a versão do exército israelense que, na quarta-feira, disse em um tuíte que os restos se encontravam em Israel.

"Ao longo dos anos, os militares realizaram importantes esforços operacionais e de inteligência para encontrar os lugares e recuperar os restos dos desaparecidos em ação", explicou o porta-voz do exército na véspera.

O primeiro sargento Zachary Baumel, que nasceu nos Estados Unidos e emigrou para Israel, estava desaparecido desde a batalha de Sultan Yacoub, segundo o exército.

Soldados israelenses lutaram com forças sírias na batalha, em junho de 1982, na aldeia libanesa de Sultan Yacoub, perto da fronteira com a Síria.

Baumel e dois outros soldados foram listados como desaparecidos e supostamente mortos desde então.

or-gmo/tbm/zm/ra