Jornal do Brasil

Internacional

Associação muçulmana expulsa imã que incentivou que fiéis se armassem

Jornal do Brasil

O imã de praga, Leonid Kushnarenko, que incentivou aos muçulmanos da capital tcheca a se armarem depois dos atentados de Christchurch, foi expulso do Centro de Comunidades Muçulmanas tchecas.

"Nossa reunião de 24 de março decidiu cancelar por unanimidade e com efeito imediato a adesão de Leonid Kushnarenko às comunidades muçulmanas centrais", anunciou o centro em sua página no Facebook.

"As razões por trás dessa decisão são a declaração e os atos de Kushnarenko, que minam seriamente os interesses da (...) comunidade muçulmana da República Tcheca", acrescentou a Central.

Leonid Kushnarenko postou uma mensagem de vídeo dois dias depois do assassinato de 50 fiéis muçulmanos em duas mesquitas em Christchurch por um supremacia branco australiano.

"À luz dos trágicos acontecimentos recentes, informo todos os nossos membros, particularmente os homens, todos aqueles que quiserem (...) se armar para proteger sua saúde e seus bens, a entrar em contato comigo e eu os ajudarei", afirmou Kushnarenko.

A população muçulmana da República Tcheca, um país de 10,6 milhões de habitantes, era de 3.358 pessoas no censo de 2011, mas algumas estimativas falam entre 10.000 e 20.000 pessoas.

frj/mas/sw/al/mb/cn