Congresso dos EUA vota texto contra o ódio em pleno debate sobre antissemitismo

O Congresso dos Estados Unidos vota nesta quinta-feira uma resolução condenando o "ódio", em resposta a uma controvérsia sobre o antissemitismo causada por declarações de uma parlamentar muçulmana sobre o apoio americano a Israel.

O texto da resolução submetida a voto, se aprovado, será publicado em breve.

Ilhan Omar, única parlamentar a usar véu islâmico e uma das duas primeiras mulheres muçulmanas no Congresso americano, criticou na semana passada "a lealdade a um país estrangeiro" de alguns lobistas e legisladores, em referência a Israel e o Aipac, um poderoso lobby pró-Israel nos Estados Unidos.

Estas declarações ultrajaram parlamentares de ambos os partidos, que alegaram lembrar as antigas acusações antissemitas de "dupla lealdade".

Em fevereiro, Ilhan Omar provocou indignação alegando que o Aipac financiou "políticos americanos pró-Israel".

A legislador na ocasião pediu desculpas, mas não o fez desta vez.

elc/leo/lb/rsr/cn