Grupo de Lima pede à CPI para considerar 'violência criminosa' de Maduro

O Grupo de Lima pediu nesta segunda-feira (25) à Corte Penal Internacional (CPI) para considerar a "violência criminosa" de Nicolás Maduro e a "grave situação" humanitária que está gerando na Venezuela.

Os países "decidem solicitar à Corte Penal Internacional que leve em consideração a grave situação humanitária na Venezuela, a violência criminosa do regime de Maduro contra a população civil e a negação do acesso à assistência internacional, que constituem crime contra a humanidade", diz a declaração lida em Bogotá pelo chanceler colombiano, Carlos Holmes Trujillo.

Macaque in the trees
Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro (Foto: Venezuelan Presidency / AFP)