Chile confirma cúpula presidencial para criar Prosul

O presidente Sebastián Piñera confirmou nesta terça-feira que o Chile organizará uma cúpula de presidentes em março para a criação do Prosul, um fórum sul-americano do qual a Venezuela não participará, e que buscará substituir a Unasul.

"No mês de março, teremos uma reunião de presidentes em nosso país para impulsionar o projeto Prosul, que é um fórum para o desenvolvimento da América do Sul", disse Piñera em entrevista coletiva no palácio de La Moneda.

O presidente chileno explicou que o Prosul será um órgão "sem ideologias ou burocracia" que fortalecerá a integração, a economia e o comércio dos países da região.

Mas ele esclareceu que apenas as nações que cumprem exigências como "a plena vigência da democracia e do Estado de Direito e o pleno respeito aos direitos humanos e liberdades" podem entrar.

"Você observa que apenas a Venezuela está excluída, porque a Venezuela não cumpre" as exigências, disse Piñera.

Os presidentes da Argentina, Brasil, Bolívia - um país aliado à Venezuela na região - Colômbia, Chile, Equador, Uruguai, Paraguai, Peru, Guiana e Suriname foram convidados para esta reunião.

 

msa/af/mps/ll