Aeroporto internacional da Austrália fecha por duas horas por alerta de bomba

O aeroporto internacional de Brisbane, um dos mais importantes da Austrália, ficou fechado por duas horas depois que um homem empunhou uma faca e lançou ameaças de ataque a bomba, causando pânico entre os passageiros, disseram autoridades neste domingo (3).

Segundo a polícia do estado de Queensland, no nordeste do país, o aeroporto foi evacuado no sábado à noite depois que um "dispositivo suspeito" foi encontrado. Os investigadores foram ao local depois de receberem informações sobre um homem, falando em árabe, que ameaçava uma mulher.

Mais tarde, a polícia descartou a pista terrorista e acusou o suspeito, de 50 anos, de violência doméstica, de alegar falsamente que iria destruir uma instalação aeroportuária e emitir alertas de bombas falsos.

Os investigadores estabeleceram que se tratava de um dispositivo "inerte". O comissário Ian Stewart, da polícia de Queensland, explicou, porém, que a engenhoca tinha uma aparência complexa, "provando que a pessoa estava disposta a criar uma percepção de risco, ameaça e medo".

Uma imagem publicada pela polícia mostra um pequeno baú preto com cabos.

O homem irá comparecer perante um tribunal na segunda-feira.

O aeroporto reabriu duas horas depois.

As autoridades australianas, que temem há anos ataques extremistas, reforçaram o nível de alerta terrorista em setembro de 2014.

 

grk/ev/phv/es/mr