Estado Islâmico ainda possui 'milhares' de combatentes, segundo inteligência dos EUA

O grupo extremista Estado Islâmico (EI) ainda possui "milhares" de combatentes no Iraque e na Síria, capazes de representar uma ameaça para o Oriente Médio e outras partes, afirmou nesta terça-feira o diretor de inteligência norte-americano Dan Coats.

Macaque in the trees
Dan Coats (Foto: Reprodução da internet)

O "EI ainda controla milhares de combatentes no Iraque e na Síria", indicou Coats em um relatório enviado ao Congresso.

O grupo "mantém oito facções, mais de uma dezena de redes e milhares de partidários dispersados em todo o mundo, apesar das perdas significativas em termos de líderes e territórios", apontou.