Estado Islâmico reivindica atentado contra catedral nas Filipinas

O grupo Estado Islâmico (EI) assumiu a autoria do duplo atentado contra a catedral de Jolo, uma ilha do sul das Filipinas, que deixou 18 mortos - informou a página SITE Intelligence Group, que monitora as atividades extremistas on-line.

O EI emitiu um comunicado, afirmando que dois terroristas suicidas detonaram seus cinturões de explosivos no domingo, dentro da igreja e em seu estacionamento, em Jolo, um reduto da organização islamista Abu Sayyaf neste país de maioria católica.