Família de Sala inicia buscas particulares por avião

Fundo de arrecadação foi criado para financiar os trabalhos

A família do jogador Emiliano Sala, desaparecido desde a última segunda-feira (21), iniciou neste domingo (27) no Canal da Mancha as buscas particulares para tentar localizar o avião em que viajava o argentino.
A iniciativa começa três dias depois das autoridades da ilha de Guernsey, território autônomo pertencente ao Reino Unido, terem encerrado as buscas pelo atleta e o piloto da aeronave.
Com isso, um fundo de arrecadação foi criado na internet para conseguir recursos para retomar os trabalhos. Diversos jogadores e torcedores ajudaram na campanha, como o craque Lionel Messi e o atacante Kylian Mbappé, que de acordo com o jornal espanhol "Marca", doou hoje (27) cerca de 30 mil euros.

Macaque in the trees
Emiliano Sala (Foto: JEAN-FRANCOIS MONIER / AFP)

"Voando sobre o Canal da Mancha. Ponto próximo de onde o radar perdeu (contato com) o avião. Começa a busca particular da família e amigos. Vamos ajudar em tudo que pudermos. E levar todas as notícias. Até encontrar Emiliano e o piloto", escreveu o jornalista argentino Christian Martin, que também divulgou um vídeo em suas redes sociais mostrando o início das buscas.
Sala havia acabado de fechar sua transferência do Nantes, da França, para o Cardiff, do País de Gales, mas que disputa a Premier League, por 17 milhões de euros. O argentino vivia o auge da carreira e era o quinto artilheiro do Campeonato Francês, com 12 gols.
Antes do avião sumir dos radares, o atleta chegou a enviar um áudio a amigos que sentia "medo" porque a aeronave parecia estar "caindo aos pedaços".