Movimento dos 'lenços vermelhos' protesta contra os coletes amarelos na França

Cerca de dez mil pessoas usando lenços vermelhos marcharam em Paris neste domingo para protestar contra atos de violência e vandalismo nas margens das demonstrações contra o governo pelo movimento dos coletes amarelos, que é, em sua grande maioria, pacífico.

O protesto dos "lenços vermelhos" ocorre em meio a divisões crescentes em torno do fenômeno dos coletes amarelos, que causou confusões em Paris e outras cidades, e expôs profundo descontentamento com o presidente Emmanuel Mácron. Danos causados ao monumento do Arco do Triunfo, em Paris, causados em dezembro durante protestos dos coletes amarelos foram a gota d'água para muitos dos manifestantes deste domingo.

Os manifestantes deste domingo usaram lenços vermelhos como forma de apropriar dos coletes amarelos o uso de cores como símbolo da insatisfação.

Cerca de duas mil pessoas tiveram alguma lesão nos protestos dos coletes amarelos desde o seu início, em 17 de novembro do ano passado. Separadamente, dez pessoas morreram em acidentes nas estradas relacionados a bloqueios por parte dos coletes amarelos. No último sábado, o décimo primeiro seguido de protestos do grupo, cerca de 69 mil pessoas participaram da manifestação, uma queda ante as duas semanas anteriores, em que aproximadamente 80 mil manifestantes protestaram.