Conhecida por selfies de biquíni, montanhista taiwanesa morre tirando foto

Uma montanhista taiwanesa que se tornou conhecida nas redes sociais por se fotografar de biquíni no cume das montanhas faleceu ao cair de um penhasco, e os socorristas tentavam recuperar seu corpo nesta terça-feira (22).

Gigi Wu, de 36 anos, usou no sábado um telefone de satélite para avisar amigos que havia caído em uma penhasco no parque nacional taiwanês de Yushan, e que estava gravemente ferida.

As más condições meteorológicas impediram que os socorristas chegassem ao local. Conseguiram encontrar seu corpo na segunda-feira, mas ela já havia falecido.

De acordo com as autoridades, a vítima contou aos amigos que caiu de uma altura de 20 a 30 metros e que não conseguia mover a parte inferior do corpo.

Gigi Wu se soma a uma série de aventureiros das redes sociais a falecer.

Em outubro de 2018, o Journal of Family Medicine and Primary Care informou que cerca de 260 pessoas morreram no mundo nos últimos anos, quando tiravam uma selfie.

A jovem taiwanesa ganhou muito seguidores com suas fotos de biquíni no cume das montanhas.

Em entrevista à emissora local FTV na semana passada, ela explicou que subiu mais de 100 picos em quatro anos.

"Fiquei de biquíni em cada uma dessas 100 montanhas. Na verdade, tenho apenas 97 biquínis, então tive de repetir alguns várias vezes", contou.

Ao ser questionada sobre o motivo da empreitada, devolveu a pergunta: "É tão lindo, por que não faria isso?".

As autoridades disseram que os socorristas tiveram de caminhar por 28 horas até encontrar o corpo da jovem.

 

bur-jta/ev/hh/pa/zm/tt