Embaixadora da Itália na França é convocada pelo ministério francês de Relações Exteriores por declarações de Di Maio

Vice-presidente italiano, Luigi Di Maio, acusa França de agravar a crise migratória

A embaixadora da Itália na França foi convocada nesta segunda-feira pelo ministério francês de Relações Exteriores, depois que o vice-presidente italiano, Luigi Di Maio, acusou a França de "empobrecer a África" e agravar a crise migratória, destacou uma fonte do governo à AFP.

"O diretor do gabinete da ministra encarregada dos Assuntos Europeus, Nathalie Loiseau, convocou a embaixadora da Itália (Teresa Castaldo), após os comentários inaceitáveis e sem sentido de autoridades italianas", indicou o gabinete da ministra.

Luigi Di Maio disse no domingo que esperava que a União Europeia (UE) imponha "sanções" aos países que, a começar pela França, são em sua opinião responsáveis pela tragédia dos migrantes no Mediterrâneo, ao fazê-los partir da África.

"Se atualmente tem gente que vai embora é porque alguns países europeus, a começar pela França, nunca deixara de colonizar dezenas de países africanos", insistiu Di Maio, líder do Movimento 5 Estrelas (M5S, antissistema), que governa a Itália em coalizão com a Liga (extrema direita), de Matteo Salvini.