Novo estado de alerta em Londonderry após explosão no fim de semana

A polícia voltou a estar em alerta nesta segunda-feira (21) em Londonderry, na Irlanda do Norte, depois do roubo de uma van e o ataque a outro veículo, aumentando os temores de uma nova tentativa de atentado, dois dias após a explosão de um carro-bomba no centro da cidade.

"Alerta de segurança em Londonderry (...) após o relato do roubo de uma van por volta das 11h30 (9h30 no horário de Brasília) por três homens mascarados que jogaram um objeto antes de abandoná-lo", tuitou a polícia da província britânica.

No início da tarde, de acordo com um tuíte da jornalista do Belfast Telegraph Leona O'Neill, a polícia realizou duas explosões controladas nesta van. Ela também transmitiu um vídeo mostrando um robô de intervenção.

Na parte da tarde, as autoridades informaram um "segundo alerta de segurança". "Pouco antes das 13h45 (11h45 de Brasília), recebemos uma denúncia informando que um veículo de entrega havia sido sequestrado por quatro homens mascarados, um dos quais supostamente tinha uma arma de fogo", anunciou a polícia da Irlanda do Norte.

"As duas pessoas que ocupavam o veículo foram obrigadas a dirigir até Lonemoor Road (sudoeste da cidade) e deixá-lo lá".

Ao mesmo tempo, um quinto homem, de 50 anos, foi preso nesta segunda-feira no âmbito da investigação da explosão de um carro-bomba em Londonderry, no sábado, anunciou a polícia, que atribuiu o ataque ao grupo "Novo IRA ", uma ramificação do Exército Republicano Irlandês (IRA).

Os outros quatro suspeitos, detidos no domingo, têm 42, 34 e 21 anos.

"Nossa principal pista é o Novo IRA", disse no domingo o adjunto da polícia Mark Hamilton, chamando este "pequeno grupo" de "amplamente não representativo".

O carro explodiu no sábado pouco depois das 20h00 (18h00 de Brasília) em frente a um tribunal do centro da cidade.

A explosão reacendeu as preocupações ligadas a um possível retorno de uma fronteira terrestre entre a Irlanda do Norte e a vizinha República da Irlanda.

"É importante que não haja decisão que leve a uma fronteira dura (...) porque, como vimos neste fim de semana, estamos com os nervos à flor da pele", estimou o chefe da diplomacia alemã, Heiko Maas.

Localizada na fronteira com a República da Irlanda, Londonderry, também conhecida como Derry, é uma cidade tristemente conhecida pelo "Domingo Sangrento", em 30 de janeiro de 1972, quando soldados britânicos abriram fogo contra os participantes de uma marcha pacífica, causando 14 mortes.