Meio milhão de opositores se manifestam contra o premiê na Índia

Os partidos de oposição da Índia reuniram 500.000 apoiadores em Calcutá (leste) neste sábado, em uma demonstração de força contra o primeiro-ministro Narendra Modi, apenas alguns meses antes das eleições nacionais marcadas para abril e maio.

Segundo a polícia de Calcutá, meio milhão de pessoas participaram dessa manifestação chamada "Unir a Índia", na qual vários membros da oposição criticaram duramente Modi e seu partido nacionalista hindu, o Partido Bharatiya Janata (BJP).

Cerca de 5.000 policiais foram mobilizados para garantir a segurança da manifestação, organizada pelo governo do estado de Bengala Ocidental, cuja capital é Calcutá.

A oposição não se reuniu formalmente em um bloco comum, mas se aliou em alguns estados visando às eleições.

Modi, no poder desde sua vitória eleitoral em 2014, continua popular, mas enfrenta crescente descontentamento devido ao desemprego e às desigualdades sociais.

O BJP sofreu uma derrota inesperada em dezembro em uma eleição geral depois de perder em três estados-chave, Rajahtan, Madhya Pradesh e Shattisgarh, em benefício da oposição.

str-ruc/np/rox/lch/mra/me/age/cn

 

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais