Protestos por preço do pão deixam seis mortos no Sudão

Seis manifestantes morreram nesta quinta-feira (20) em protestos contra o aumento do preço do pão em Al-Gadaref, no leste do Sudão, no segundo dia de manifestações em várias cidades do país africano - informou uma autoridade local.

Este dirigente, Al Tayeb Al Amin Tah, não deu detalhes sobre as circunstâncias da morte dos manifestantes.

Os protestos também ocorreram na capital Cartum, onde policiais dispersaram gás lacrimogêneo contra manifestantes perto do palácio presidencial, disseram testemunhas.

"Houve seis mortos" em Al-Gadaref, declarou Tah a uma rede de televisão sudanesa.

Este balanço inclui a morte de um estudante, previamente anunciada por sua família e por outro líder local.

Tah também mencionou um número indeterminado de feridos.

A maioria das manifestações terminou nesta quinta-feira ao anoitecer. Em algumas localidades, foi estabelecido um toque de recolher, de acordo com as autoridades.

De acordo com testemunhas, os manifestantes continuaram a protestar em Cartum.

 

ab/tp/vl/eb/jz/cc/tt