EUA preveem cúpula Trump-Kim para início de 2019

Os Estados Unidos esperam a realização de uma segunda cúpula entre o presidente Donald Trump e o líder norte-coreano, Kim Jong-un, no início de 2019 - anunciou o secretário de Estado americano, Mike Pompeo, nesta quinta-feira (20).

"Continuamos trabalhando para pôr em marcha o compromisso do presidente Kim a favor de uma desnuclearização", disse Pompeo, em uma entrevista com a emissora americana KNSS Radio, no momento em que as negociações sobre este "compromisso" iniciadas na primeira cúpula, em junho passado, em Singapura, parecem estar em ponto morto.

"Continuaremos realizando reuniões e esperamos que no próximo ano o presidente Trump e o presidente Kim se encontrem, logo após o Ano Novo, para fazer mais progressos", disse ele.

Pompeo, que viajou quatro vezes este ano para a Coreia do Norte, afirmou que a situação melhorou "indubitavelmente" em relação à tensão vivida entre os dois países em 2017, gerando até temores de guerra.

"Não foram testados mais mísseis e não foram feitos mais testes nucleares. Estamos em uma posição melhor hoje", insistiu.

Trump fala frequentemente das negociações com a Coreia do Norte, reclamando uma história de sucesso, enquanto busca um acordo para que Pyongyang renuncie a suas armas nucleares.

Aqueles que criticam a reaproximação ressaltam, no entanto, que a Coreia do Norte não assumiu compromissos concretos e que dificilmente encerrará seu programa de armas nucleares, que a dinastia Kim construiu por décadas, mesmo em meio a uma crise social.