Jornal do Brasil

Internacional

Papa recebe vencedora do Nobel da Paz

Francisco recebeu segunda visita da iraquiana Nadia Murad

Jornal do Brasil

O papa Francisco recebeu nesta quinta-feira (20) visita da vencedora do prêmio Nobel da Paz de 2018, Nadia Murad.

Esse foi o segundo encontro do Santo Padre com a iraquiana, que foi raptada no Iraque pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI) em 2014 e chegou a ser vendida como escrava. Na primeira visita, em 2017, ela afirmou que ansiava muito pela conversa com Francisco, pois queria contar-lhe a sua história. Após o fim do sequestro, que durou três meses, Murad se tornou embaixadora da Onu para a dignidade dos sobreviventes do tráfico de seres humanos.

Enquanto esteve sob o poder do EI, Murad viu seis irmãos, além de sua mãe morrerem. Ela foi levada a Mosul, no norte do Iraque, com duas irmãs e lá foi submetida a abusos e vendida como escrava, até que conseguiu fugir. Ela diz lutar atualmente "para que nenhuma pessoa passe por violência parecida com a que sofreu".

Murad venceu o Prêmio Nobel da Paz de 2018 junto com o ginecologista congolês Denis Mukwege "por seus esforços para acabar com o uso da violência sexual como uma arma de guerra e conflito armado".