Jornal do Brasil

Internacional

Doze migrantes morrem em tentativa de chegar à costa da Espanha

Jornal do Brasil

Doze migrantes morreram nesta quinta-feira, 12 eram considerados desaparecidos e mais de 30 foram resgatados com vida quando viajavam a bordo de uma embarcação precária na costa sul da Espanha.

A informação foi anunciada pela Guarda Costeira e a Cruz Vermelha.

A embarcação era procurada há dois dias no mar de Alborán, entre Andaluzia e o norte de Marrocos. Os migrantes foram levados ao porto de Almeria.

A porta-voz afirmou que não foram encontrados menores de idade entre as vítimas fatais ou os sobreviventes (29 homens e quatro mulheres).

A fonte disse ainda que em um primeiro momento a embarcação foi avistada por um navio de pesquisa oceanográfica da Marinha, antes do resgate do Salvamento Marítimo.

Mais três embarcações estão sendo procuradas, cada uma com entre 50 e 55 pessoas a bordo.

A Espanha virou nos últimos meses a principal porta de entrada de imigrantes em situação ilegal pelo mar na Europa, à frente de Grécia e Itália.

De acordo com a a Organização Internacional para as Migrações (OIM), mais de 55.000 migrantes chegaram pelo mar a Espanha este ano e 744 morreram na tentativa, mais que o triplo registrado em 2017.

O número representa metade do total na Europa (111.500, segundo a OIM).

A rota mais perigosa, no entanto, continua sendo a do Mediterrâneo central, com 1.306 mortes perto da costa da Itália.

No total, 2.217 migrantes morreram ou desapareceram este ano em tentativas de chegar ao continente europeu a partir da África.

avl/mg/ra/fp