Jornal do Brasil

Internacional

México duplicará salário mínimo na fronteira com EUA para reduzir emigração

Jornal do Brasil

O governo do México anunciou nesta segunda-feira aumentos do salário mínimo que chegarão a 100% nos municípios limítrofes aos Estados Unidos, argumentando que o aquecimento da economia desta zona inibirá a emigração irregular ao território americano.

"Para 2019, se fixará o salário mínimo geral (diário) em 102,68 pesos (cerca de 5 dólares); e em 176,72 pesos (8,7 dólares) na zona livre da fronteira norte", disse em entrevista coletiva Luisa María Alcalde, secretária do Trabalho.

Atualmente, o salário mínimo geral no México é de 88,36 pesos (4,3 dólares) por dia.

"Trata-se no nível nacional de um aumento de 16,21%, enquanto que nos municípios que formam a zona fronteiriça, o salário mínimo vigente em 2018 será duplicado", explicou Alcalde.

O projeto de orçamento para 2019 que o governo do presidente Andrés Manuel López Obrador entregou no sábado ao Congresso contempla "um pacote de estímulos para os municípios da fronteira norte".

 

yo/rbv/cc