Jornal do Brasil

Internacional

Trump anuncia saída de seu secretário do Interior

Jornal do Brasil

Donald Trump anunciou neste sábado (15) que o seu secretário do Interior, Ryan Zinke, deixará o cargo no final do ano, na mais recente partida de um governo marcado por mudanças desde que o magnata republicano assumiu a presidência dos Estados Unidos.

"O secretário do Interior, @RyanZinke, deixará a administração no final do ano depois de ter prestado serviços por um período de quase dois anos", escreveu Trump no Twitter.

"Ryan conseguiu muito durante o seu mandato e quero agradecê-lo por seu serviço ao nosso país", disse o presidente, acrescentando que seu substituto será anunciado na próxima semana.

Macaque in the trees
Ryan Zinke (Foto: Mark Wilson/AFP)

O anúncio acontece uma semana depois que a partida iminente de outra autoridade do alto escalão, a do chefe de gabinete da Casa Branca John Kelly, foi tornada pública.

Na sexta-feira, Trump escolheu Mick Mulvaney, diretor do Escritório de Administração e Orçamento, para preencher o cargo de Kelly. Mulvaney será a terceira pessoa a ocupar o cargo desde que o presidente assumiu o cargo em janeiro de 2017.

Uma série de importantes funcionários deixou a Casa Branca sob o comando de Trump, incluindo um secretário de Estado, dois conselheiros de segurança nacional, um procurador-geral e o chefe da agência ambiental.

Zinke é um dos vários membros do gabinete de Trump atacado por suas exorbitantes despesas. Segundo relatos, seu departamento estava prestes a pagar quase US$ 139 mil para melhorar as portas de seu escritório, um custo que teria sido negociado mais tarde e caído para US$ 75 mil.

Ele também enfrentou críticas por custosos voos de helicóptero da polícia que, no ano passado, permitiram que ele voltasse a Washington para cavalgar com o vice-presidente Mike Pence.