Negociações nucleares com Coreia do Norte 'não têm urgência', diz Trump

O presidente americano, Donald Trump, minimizou nesta sexta-feira (14) as expectativas de um acordo para persuadir a Coreia do Norte a abandonar seu arsenal nuclear.

"Muitas pessoas nos perguntaram como estamos nos saindo em nossas negociações com a Coreia do Norte. Sempre respondo que estas negociações não têm urgência", disse.

Também manifestou que a economia norte-coreana tem um potencial maravilhoso e que seu líder, Kim Jong Un, "o vê melhoe que ninguém e aproveitará plenamente para sua gente".

A histórica cúpula entre Trump e Kim, em junho, abriu um diálogo sobre a desnuclearização da península coreana depois das ameaças de todo tipo trocadas pelos dois países.

Espera-se que se realize uma segunda cúpula no ano que vem, mas Trump enfrenta críticas devido a que a Coreia do Norte tomou poucas medidas concretas para abandonar seus programas nucleares e de mísseis balísticos.

O Conselho de Segurança da ONU impôs uma série de duras sanções econômicas a Pyongyang por seus testes nucleares e os disparos de mísseis balísticos.

Os Estados Unidos sustentam que estas sanções serão mantidas até que a Coreia do Norte tenha descartado por completa seus programas de armamento.

sms/sst/dg/ll/mvv/cc