Jornal do Brasil

Internacional

China suspende tarifas adicionais a importações dos EUA

Jornal do Brasil

A China decidiu suspender por três meses a aplicação de taxas adicionais sobre as importações de carros e autopeças dos Estados Unidos, segundo o Ministério das Finanças local.


A medida será colocada em prática entre 1º de janeiro e 31 de março de 2019 e faz parte da "trégua" na guerra comercial entre os dois países, que já haviam suspendido um aumento de taxas a US$ 200 bilhões em importações de produtos chineses aos EUA, que estava previsto para o começo do ano. A China vai suspender tarifas de 25% a 144 veículos e autopeças e de 5% a outros 67 componentes durante o período, que será usado pelas partes para trabalhar em um amplo acordo comercial visando a redução das tarifas aos padrões anteriores à guerra comercial.


A venda de carros no país asiático teve queda de 14% em novembro e deve fechar o ano em dificuldades, segundo a Associação Chinesa de Fabricantes de Automóveis. Na última terça-feira (11), um funcionário do presidente norte-americano, Donald Trump, havia dito que a China concordou em reduzir as tarifas sobre carros e autopeças do país de 40% para 15%.