Jornal do Brasil

Internacional

Mercado de Natal de Estrasburgo reabrirá nesta sexta-feira

Ministro do Interior francês estará presente no local

Jornal do Brasil

O mercado de Natal de Estrasburgo, na França, que foi alvo de um atentado a tiros na última terça-feira (11) será reaberto com esquema de segurança reforçado nesta sexta-feira (14), segundo o prefeito da cidade, Roland Ries.

O ministro do Interior francês, Christophe Castaner, estará presente no local para reiterar, segundo ele, o desejo de "não ceder ao medo". O principal suspeito de ter realizado o ataque, o francês Chérif Checatt, de 29 anos, foi morto nesta quinta-feira (13) por forças de segurança especiais francesas, após denúncia anônima.

Três policiais realizaram a operação de captura e foram recebidos a tiros por Checatt, que acabou morrendo. O suspeito vinha sendo monitorado pelo governo francês como potencial jihadista.

O irmão do suspeito, Sami Chekatt, de 34 anos, foi detido nesta quinta-feira (13) na Argélia por conspiração terrorista, segundo o jornal francês "Le Parisien". Os investigadores apuram se ele estava ciente da realização do atentado e se teria fornecido algum tipo de apoio ao irmão. Antes dele, as forças de segurança francesas já haviam colocado sob custódia os pais de Chérif Checatt e outros dois irmãos do suspeito, Malek e Elias, além de um amigo dele.

O incidente de terça-feira deixou três mortos e outros 13 feridos, sendo que cinco estão em estado grave. O atentado ocorreu na rua Des Grandes-Arcades, no centro da cidade, próximo do local onde é realizado o tradicional mercado de Natal da cidade, que recebe cerca de dois milhões de visitantes todos os anos.

O grupo jihadista Estado Islâmico (EI) reividicou a autoria do atentado, mas ainda não há provas sobre a veracidade da informação. Segundo Christophe Castaner, "não há indício de que o suspeito tivesse cúmplices".

Pelo Twitter, o presidente francês, Emmanuel Macron, agradeceu às forças de segurança e declarou que o país tem "compromisso total contra o terrorismo".