Jornal do Brasil

Internacional

Trump sabia que pagamentos por silêncio eram errados, afirma ex-advogado Cohen

Jornal do Brasil

O presidente americano, Donald Trump, sabia que era errado ordenar o pagamento a duas mulheres para que não revelassem seus relacionamentos com ele antes das eleições, afirmou seu ex-advogado Michael Cohen em uma entrevista.

Trump atuou porque "estava muito preocupado como isto afetaria a eleição", disse Cohen ao canal ABC News em seus primeiros comentários desde que foi condenado a três anos de prisão na quinta-feira.

Macaque in the trees
Michael Cohen (E) e Donald Trump (Foto: MARK WILSON e NICHOLAS KAMM/AFP)

O presidente afirma que nunca ordenou a seu então advogado que violasse a lei. Mas ao ser questionado na entrevista se Trump sabia que os pagamentos direcionados a Stormy Daniels e Karen McDougal eram errados, respondeu: "Claro".

Cohen rebateu assim a afirmação de Trump em um tuite na quinta-feira, depois da sentença do advogado, quando escreveu que nunca ordenou que ele violasse a lei.

"Eu não penso que exista alguém que acredite nisso", declarou Cohen a George Stephanopoulos no programa "Good Morning America".

A ABC divulgou trechos da entrevista antes da exibição completa.

"Primeiro de tudo, nada na Organização Trump era feito a menos que fosse dirigido pelo Sr. Trump. Ele ordenou que fizesse os pagamentos, ordenou o meu envolvimento nestes assuntos", disse Cohen.

dw/wdb/gv/fp