Jornal do Brasil

Internacional

Policial britânico é preso por mais de 30 crimes sexuais

Jornal do Brasil

Um oficial de polícia britânico foi condenado, nesta quinta-feira (13), a 25 anos de prisão, em Liverpool, no noroeste da Inglaterra, por dezenas de crimes sexuais, incluindo o estupro de uma adolescente de 13 anos.

Ian Naude, de 30, disse ao júri que a menor consentiu em fazer sexo e que "parecia estar aproveitando".

Naude foi destacado para uma unidade que se ocupa de jovens vulneráveis na polícia de Cheshire, ainda que, como veio à tona no julgamento, já tivesse sido citado judicialmente antes como suspeito de crimes sexuais em outros departamentos da corporação.

O agente, que foi exonerado, recolheu a adolescente na rua e a violentou três dias depois de tê-la conhecido durante uma intervenção em sua casa por um incidente doméstico em outubro de 2017.

"Para impor sua vontade a uma jovem (...) você usou e abusou de sua posição como oficial de polícia de Cheshire, permitindo-se, assim, satisfazer sua luxúria e perversão", declarou o juiz Clement Goldstone, ao pronunciar a sentença.

Naude confessou cerca de outros 30 delitos, incluindo incitar menores a manterem atividades sexuais e a tirarem fotografias delas. Reconheceu ter mais de 1.400 imagens, algumas de bebês de 18 meses.

 

bur-acc/pb/tt