Bombeiro morto em explosão não estava a serviço

Stefano Colassanti pode ter sido atingido por segunda explosão

O bombeiro que morreu na explosão de um caminhão-tanque em uma distribuidora de combustível na cidade de Fara in Sabina, na Itália, nesta quarta-feira (5), não era membro da equipe local que atendeu à ocorrência. Stefano Colassanti trabalhava na unidade de Roma da corporação e parou ao ver o incêndio para ajudar a socorrer as vítimas.
Possivelmente ele foi atingido por uma segunda explosão.