Jornal do Brasil

Internacional

Turquia pede à Arábia Saudita que extradite suspeitos do assassinato de jornalista

Jornal do Brasil

O presidente turco, Recep Erdogan, pediu neste sábado a extradição para a Turquia dos sauditas suspeitos do assassinato, no consulado em Istambul, do jornalista Jamal Khashoggi, crítico de Riad.

Segundo Erdogan, que disse não confiar na Justiça saudita, apenas o premier do Canadá, Justin Trudeau, levou à reunião de cúpula do G20, em Buenos Aires, a questão da morte de Khashoggi.

Em entrevista coletiva, o presidente turco assinalou que o príncipe herdeiro saudita, Mohamed Bin Salmán, deu "uma explicação muito pouco confiável" sobre o papel de seu país no caso.

Apesar de Erdogan nunca ter mirado abertamente no príncipe herdeiro, ele sustenta que a ordem para matar o jornalista veio "das esferas mais altas", descartando a responsabilidade do rei Salman.

 

sct/cb/ls/dg/lb